A Guerra que Salvou a minha Vida

15:01

🌷Resenha🌷




O melhor livro que eu li esse ano! Emoção em todas as páginas, uma história incrível de uma menina chamada Ada.

A história começa em Londres a II Guerra começou e o inimigo se aproxima.

.

Ada mora com seu irmão Jamie de 6 anos e com sua mãe uma mulher desprovida de sentimentos maternais que inferniza a vida da filha por ela ter nascido com uma deformidade em um dos pés. Ada foi criada enclausurada em casa vendo o mundo através da janela de casa. É maltratada física e psicologicamente pela mãe.

Com a ameaça da invasão a Londres pelos alemães começa a evacuação das crianças para o interior. O que é desespero para uns ao ter que se separar da família, é a possibilidade de vida e liberdade para Ada. 

Sim! A guerra para ela é mais atraente do que a casa materna.

Eu li praticamente sem parar porque você se transporta para a vida de Ada e vai sofrer, sentir raiva, pena, compaixão e também ficar feliz com cada pequeno avanço e compartilhar de todas as emoções possíveis na vida de uma menina de 10 anos.

O diferencial desse livro é sentir a guerra sob a perspectiva de uma criança que em

meio ao caos, a rejeição, a escassez e ao sofrimento foi capaz de criar um mundo ideal para viver com seu irmão e a srta Smith que os acolheu em princípio a contragosto. É tudo tão maravilhoso que Ada não acredita que seja real, e está sempre esperando o pior. A sua luta contra seus medos e suas inseguranças é uma guerra a parte. 

.

A reta final é surpreendente, os acontecimentos me fizeram prender a respiração em alguns momentos, mas nada que eu diga vai poder descrever a sensação.

Esse com certeza eu vou querer reler. 


🌷Sinopse🌷


“A Guerra que Salvou a Minha Vida” é um daqueles romances que você lê com um nó no peito, sorrisos no rosto e – entre um parágrafo e outro – lagrimas nos olhos. Uma obra sobre as muitas batalhas que precisamos vencer para conquistar nosso lugar no mundo. Ada tem dez anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando. Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partirem para o interior, em busca de uma vida melhor. “

.

A Guerra Que Salvou a Minha Vida

Kimberly Brubaker Bradley

240 páginas 

Editora Darkside



You Might Also Like

18 comentários

  1. Oi Danuza.
    Eu quero muito ler esse livro e me encantar com essa história. Gosto de livros que se passem nesse momento histórico, e a perspectiva adota nessse livro me deixa com vontade de ler. Não por se tratar de uma criança, mas sim pela maneira com o qual a autora faz isso fazendo da guerra uma ponte para mmelhorar a vida da Ada.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos.

    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  2. Ahhhh, esse livro! Ta na minha lista já a um tempinho, e eu fico babando a cada resenha que leio! Deve ser lindo demais, vou incluir ele nas minhas leituras do próximo ano! Adorei sua resenha, e que bom que você gostou tanto a ponto de já querer reler 😍

    Um beijo, Pri 😘

    poramoraoslivrospri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Hey, Danuza!

    Eu já quero esse livro porque a capa eé linda e, pelo que parece, o conteúdo é maravilhoso.

    Sua resenha está ótima e me fez desejar ainda mais esse livro.

    Beijos!

    Blog Diversamente

    ResponderExcluir
  4. Olá, Danuza! tudo bom?
    Meu deussssss, nunca parei pra ler direito a premissa, e agora que li, nossa, tadinha da Ada!! Que dó, eu acho que vou sofrer bastante quando for ler... eu amo livros que passam a perspectiva pelos olhos de uma criança, acho tudo tão diferente e verdadeiro. Amei demais sua resenha, triplicou minha vontade de ler rsrs
    Beijos, Yasmim.

    Canal: https://www.youtube.com/blogliterarte/videos

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro livros que nos despertam essa vontade de reler! :D
    Faz um tempo que esse livro está na minha lista, fiquei encantada logo de cara coma história da Ada e quero muito ler!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  6. Eitaaaa.... esse livro já vinha me chamando atenção por conta dessa capa (Darkside maravilhosa) e agora com sua resenha, vou ler mesmo. Quando comecei a ler sua resenha, percebi que o título tem muito mais força. Guerra geralmente nunca é associado a "salvar" nada só destruir, mas agora entendo o motivo e vou absolutamente ler.
    Parabéns pela resenha, amei!

    ResponderExcluir
  7. Hey, tudo bem? Eu já me apaixonei pela capa do liro, então não falta mais nada pra colocá-lo na minha lista hahaha. Adorei a resenha e estou muito curiosa para sabr mais sobre a história.
    http://blogviagensliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Ei! Tudo bem?

    Sou louca para ler esse livro, as resenhas que eu leio sempre fazem comentários tão positivos que me deixam extremamente encantada pela história sem eu ao menos lê-la. Desde o momento em que eu comecei a entender história de verdade, fiquei muito interessada pelo século XX, logo, a Segunda Guerra sempre me chamou muito atenção. Gosto muito da proposta dessa obra, toda a perspectiva cruel da guerra vista por uma criança é uma inovação só. Espero me apaixonar pela história assim como você :)

    Beijos!
    http://www.as365coresdouniverso.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Danuza! Já tinha vontade ler esse livro, com a sua resenha então, ela aumentou bastante! Eu pretendo dedicar um mês somente para leituras dentro desse período histórico, sabe? Com certeza A Guerra que Salvou a Minha vida está no topo das prioridades para fazer parte dessas leituras. Fora que essa edição está gloriosa, né? Peguei ele nas mãos na livraria, meu coração ficou aquecido com tanta lindeza. Adorei a sua resenha, beijos.

    https://abducaoliteraria.wordpress.com

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bom? Que bom que foi sua melhor leitura do ano. Eu já vi muitas resenhas sobre esse livro, e todas elas positivas. Ele é realmente muito amado.
    Não posso negar que tenho uma curiosidade para saber porque tanta gente ama, mas não pretendo ler por enquanto.

    Beijos
    Amor Literário

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? A capa desse livro é linda, super delicada, isso já me cativou logo de cara. Gosto de histórias que tratam de guerra e que nos provocam um misto de sentimentos, esse seria um livro ótimo pra mim. Tomara que na Black Friday desse ano esteja em promoção kkk parabéns pela resenha, bjs

    ResponderExcluir
  12. Oii Danuza, tudo bem?? Adoro leituras que trazem temas fortes, como a segunda guerra mundial, e que mesmo dentro dessa turbulência nos trazem enredos emocionantes. ler e sentir, viver, tudo através da perspectiva de uma criança deve ser incrível, pois elas conseguem captar de maneira pura e simples tudo aquilo que as rodeia. Tenho certeza que a leitura deve ser super interessante, e fiquei super curiosa para ler!! sem falar a edição que esta maravilhosa!
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Esse é um livro que inicialmente eu não dava nada, mas conforme fui lendo as resenhas me interessei cada vez mais pela obra e agora ele está na minha lista. Parece ser uma história totalmente emocionante e faz meu tipo de leitura.Parabéns pela resenha.

    beijos.

    http://naturezaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Ola Danuza, adorei sua resenha, cheia de sentimentos ! É tão bom quando um livro desperta algo em nós após a leitura, ainda mais com essa temática pesada. Eu amo livros contados pela perspectiva de uma criança. Li recentemente Lua de larvas e Toda luz que não podemos ver e amei de paixão. Esse está na minha lista, já comprei mas ainda não li. To pensando seriamente em passá-lo na frente rs

    ResponderExcluir
  15. Amei sua resenha, Danuza! Estou super curiosa para ler esse livro e conhecer um pouco mais a história de Ada. Adoro histórias que tem como plano de fundo a II Guerra, sempre foi minha matéria favorita dentro de História. Imagino que vou chorar muito lendo essa história, sempre que leio livros de crianças sendo as protagonistas me emociono. Super amei sua dica, com certeza irei ler <3

    ResponderExcluir
  16. Olá!!!

    Como tenho vontade de ler esse livro, vejo todos falando tão maravilhosamente dele que fico louca e ainda mais narrado por uma criança que torna a trama muito mais delicada, inocente e linda, pois essas crianças tem o poder de despertar tantos sentimentos em nosso coração. Ainda irei ler e não vejo a hora.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  17. Olá! Eu me apaixonei por essa capa no lançamento, mas ainda não superei o fato de ser no período da guerra. O que atrai muitos leitores me afasta. Mas ainda não digo que nunca lerei porque resenhas como a sua me fazem pensar que esse pode ser um daqueles livros que talvez eu diga, porque não li antes.. Elisabete Blog Pretenses

    ResponderExcluir
  18. Nossa, eu nunca tinha ouvido falar desse livro! Eu amo histórias que envolvam a segunda guerra (ou guerras num geral, dá um drama a mais). O único que li que é a guerra sob a perspectiva de uma criança é A menina que roubava livros e gostei bastante. Esse da guerra que salvou minha vida já chama a atenção pelo título. E pela sua resenha, eu acredito que eu vá gostar, vou adicionar na minha listinha haha
    Beijos!!

    ResponderExcluir